top of page
Buscar
  • Marcus Trancoso

Canelite: Causas, Sintomas e Tratamento

Atualizado: 12 de nov. de 2023


canelite síndrome da pedrada

A canelite é uma condição que afeta muitas pessoas, principalmente aquelas envolvidas em atividades físicas de alto impacto, como corredores e atletas. Embora seja comum, muitos ainda têm dúvidas sobre o que é a canelite, como identificá-la e como tratá-la adequadamente. Neste artigo, vamos abordar essas questões para ajudar você a entender melhor essa condição.


O que é a Canelite?

A canelite, também conhecida como periostite tibial medial, é uma lesão que afeta a tíbia, o osso da canela. Ela ocorre quando o músculo da canela é submetido a um estresse excessivo, resultando em inflamação do osso e dos tecidos circundantes. A condição é caracterizada por dor e desconforto na parte interna da perna, abaixo do joelho.


Causas da Canelite

A canelite geralmente é causada por uma combinação de fatores, incluindo:

  1. Sobrecarga: O excesso de atividade física, especialmente aquelas que envolvem corrida ou saltos repetidos, pode sobrecarregar os músculos e ossos da canela.

  2. Má Técnica: Utilizar uma técnica inadequada ao correr ou praticar esportes pode aumentar o risco de desenvolver canelite.

  3. Calçados Inadequados: Usar calçados inadequados ou desgastados pode contribuir para a ocorrência da canelite.

  4. Superfície de Treinamento: Correr em superfícies duras, como concreto, pode aumentar a pressão sobre a canela.


Sintomas da Canelite

Os sintomas comuns da canelite incluem:

  • Dor na parte interna da perna, que pode ser aguda ou surda.

  • Sensibilidade ao toque ao longo da tíbia.

  • Dor que piora durante a atividade física e melhora com o repouso.

  • Inchaço leve na área afetada.


Tratamento da Canelite

O tratamento da canelite geralmente envolve:

  1. Descanso: É importante dar tempo para que a tíbia se recupere. Isso pode envolver redução na intensidade das atividades físicas ou até mesmo um período de repouso completo.

  2. Gelo e Compressão: Aplicar gelo na área afetada e usar uma bandagem de compressão pode ajudar a reduzir a inflamação.

  3. Elevação: Elevar a perna quando em repouso também pode ajudar a aliviar a dor.

  4. Fisioterapia: Um fisioterapeuta pode atuar recuperando a área acometida com abordagens específicas para cada paciente.

  5. Calçados Adequados: Escolher calçados adequados para sua atividade esportiva pode fazer uma grande diferença.

  6. Medicação FITOFÁRMACOS INJETÁVEIS: Em alguns casos, podemos prescrever medicamentos injetáveis locais, para tratar a condição daquela estrutura muscular.


Lembre-se de que a canelite pode levar algum tempo para se curar completamente, e é essencial não apressar o processo de recuperação. Consultar um profissional de saúde é fundamental para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado.

Em resumo, a canelite é uma condição comum entre atletas e pessoas fisicamente ativas, mas pode ser gerenciada e tratada com cuidado adequado. Se você estiver enfrentando sintomas de canelite, não hesite em buscar orientação profissional para uma recuperação eficaz e segura.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas sobre a canelite e a importância de cuidar da saúde das suas pernas durante atividades físicas. Mantenha-se atento aos sinais do seu corpo e cuide bem de si mesmo!


Nós podemos ajudar com a nossa prática regenerativa e intervencionista em dor, respaldados cientificamente, desde o embasamento sistêmico até a queixa no local comprometido.

Clínica Fisioterapia Positiva - Saúde integrativa



 

Aqui na clínica Fisioterapia Positiva nós somos Fisioterapeutas ortopedistas e identificamos e tratamos suas queixas. 90% dos paciente são portadores de dor crônica

E você precisa tratar essa sua queixa?



 


Clique aqui e fale com a gente, me explica um pouco da sua estória pelo whatsapp


Acesse os vídeos no nosso Instagram em @fisiopositiva.


Um grande abraço Dr. Marcus Trancoso e Drª. Aline Zudio.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page