top of page
Buscar
  • Marcus Trancoso

Hérnia de Disco: Entendendo os Tipos



A hérnia de disco é uma condição comum que afeta a coluna vertebral, causando desconforto e, em alguns casos, dor intensa. Existem diferentes tipos de hérnia de disco, cada um com características distintas. Vamos explorar esses tipos para uma compreensão mais abrangente.


Hérnia de Disco Protrusa: Ou protusão discal

  • Neste caso, o disco intervertebral se projeta além de sua posição normal, mas o anel fibroso ao redor do disco ainda está intacto. Isso pode resultar em pressão sobre os nervos adjacentes, levando a sintomas como dor e formigamento.


Hérnia de Disco Extrusa:

  • Aqui, parte do núcleo pulposo rompe o anel fibroso, formando uma protrusão mais pronunciada. Isso pode levar a uma compressão mais significativa dos nervos, resultando em sintomas mais graves e, possivelmente, requerendo intervenção.


Hérnia de Disco Sequestrada:

  • Esta forma ocorre quando o núcleo pulposo se rompe completamente, se deslocando para o espaço vertebral. Isso pode levar a uma compressão severa dos nervos, causando dor intensa, fraqueza muscular e até mesmo problemas viscerais, dependendo do segmento que foi atingido.


Hérnia de Disco Pósterolateral:

  • Aqui, a hérnia ocorre na parte traseira e lateral do disco. Isso pode afetar os nervos que saem da coluna nessa região, resultando em sintomas específicos, dependendo da área afetada.


Hérnia de Disco Pósteromédia:

  • Semelhante à pósterolateral, esta hérnia ocorre na parte traseira e central do disco. Os sintomas podem variar com base na localização exata da hérnia e nos nervos afetados.


Hérnia de Disco Foraminal:

  • Essa hérnia afeta os forames neurais, os espaços pelos quais os nervos saem da coluna. A compressão dos nervos neste ponto pode causar dor localizada e irradiada ao longo do trajeto do nervo.

Abaulamento discal

  • Essa apresentação radiológica geralmente não é causadora de maiores sintomatologias, mas sabe-se que é o início de uma herniação que pode ser evitada a evolução co o tratamento conservador.


É importante ressaltar que os sintomas e tratamentos podem variar para cada tipo de hérnia de disco. Diagnóstico adequado, muitas vezes envolvendo exames de imagem, é essencial para determinar a abordagem mais eficaz. O tratamento pode incluir o fisioterapeuta, o médico e o educador físico; e em casos graves pode ser necessário procedimentos cirúrgicos. A prevenção, como manter uma postura adequada e praticar exercícios regulares, também desempenha um papel vital na saúde da coluna vertebral.


Sintomatologia Intensa: Decifrando os Sinais da Hérnia de Disco

A sintomatologia da hérnia de disco varia conforme o tipo e a localização da lesão, mas alguns sinais comuns incluem:


Dor Radicular:

  • A dor muitas vezes irradia ao longo do nervo afetado, podendo se estender por pernas ou braços, dependendo da região da coluna comprometida.


Formigamento e Dormência:

  • A compressão nervosa pode resultar em sensações de formigamento e dormência na área afetada, indicando comprometimento do fluxo nervoso.


Fraqueza Muscular:

  • A perda de força muscular pode ocorrer, especialmente nas regiões controladas pelos nervos comprimidos. Isso pode afetar a mobilidade e a destreza.


Alterações no Controle da Bexiga:

  • Em casos mais graves, a hérnia de disco pode afetar os nervos que controlam a bexiga, levando a problemas de controle urinário.


Tratamento Personalizado: Abordagens para Alívio e Recuperação


Medicamentos:

  • Analgésicos e anti-inflamatórios podem ser prescritos para aliviar a dor e reduzir a inflamação. Medicamentos específicos para controle de sintomas neuropáticos também podem ser considerados.


Fisioterapia:

  • Exercícios específicos, alongamentos e técnicas de fortalecimento podem ajudar a melhorar a postura, fortalecer os músculos ao redor da coluna e aliviar a pressão sobre os nervos. PROCEDIMENTOS INJETÁVEIS COMO A INTRADERMOTERAPIA, TEM EXCELENTE RESPOSTA.


Infiltrações Epidurais:

  • Injeções de corticosteroides na área afetada podem reduzir a inflamação, proporcionando alívio temporário dos sintomas.


Tratamentos Complementares:

  • Acupuntura, quiropraxia e RPG são abordagens complementares que algumas pessoas encontram benéficas para aliviar os sintomas da hérnia de disco.


Cirurgia:

  • Em casos graves e persistentes, quando outras opções de tratamento falham, a cirurgia pode ser considerada para aliviar a pressão sobre os nervos e corrigir a hérnia. Essa condição geralmente está indicada para cerca de 2% dos pacientes sintomáticos.


Adaptações no Estilo de Vida:

  • Mudanças na rotina diária, como postura correta, prática regular de exercícios de baixo impacto e manutenção de um peso saudável, podem contribuir significativamente para a prevenção de recorrências.


É crucial buscar a orientação do fisioterapeuta para avaliação adequada e um plano de tratamento personalizado. Cada caso de hérnia de disco é único, e a abordagem terapêutica deve ser adaptada às necessidades individuais do paciente.


Explorando os Detalhes dos Sintomas da Hérnia de Disco: A Complexidade da Dor


Dor Aguda e Constante:

A dor é um sintoma predominante, variando de aguda a constante, muitas vezes intensificando-se durante atividades como levantar objetos ou movimentar-se. A dor localizada na coluna pode irradiar para os membros afetados.


Ciática:

A compressão do nervo ciático é comum, resultando em dor que se estende pela parte inferior das costas, nádegas e pernas. A sensação de queimação ou choque elétrico pode acompanhar essa dor ciática. Dependendo do segmento acometido determinará a intensidade


Fraqueza e Atrofia Muscular:

A compressão prolongada dos nervos pode levar à fraqueza muscular, afetando a habilidade de realizar atividades cotidianas. A atrofia muscular pode ocorrer em casos mais severos.


Formigamento e Dormência:

Sensações de formigamento e dormência, conhecidas como parestesias, são comuns. Esses sintomas ocorrem devido à interferência no fluxo normal de sinais nervosos. E dependendo do segmento acometido é que vai determinar o sintoma. Além do formigamento, a hérnia de disco pode resultar em alterações sensoriais, como uma sensação de "alfinetes e agulhas" ou de que a pele está "adormecida".




Dificuldade de Movimentação:

A dor e a rigidez podem causar dificuldade na movimentação, limitando a flexibilidade da coluna vertebral. Inclinar-se, torcer ou até mesmo permanecer em uma posição por muito tempo pode ser desconfortável.


Comprometimento do Controle da Bexiga e Intestino:

Nos casos mais graves, a hérnia de disco pode afetar os nervos que controlam a bexiga e o intestino, levando a problemas de incontinência ou retenção urinária.


Dor Noturna:

Algumas pessoas experimentam um aumento da dor durante a noite, interferindo no sono. Encontrar uma posição confortável para dormir pode ser desafiador. O sono é uma etapa fundamental da recuperação dos problemas musculoesqueléticos


Dor ao Tossir ou Espirrar:

Aumento temporário da pressão na coluna durante a tosse ou o espirro pode resultar em dor aguda para quem sofre de hérnia de disco.


Impacto nas Atividades Diárias:

A soma desses sintomas pode ter um impacto significativo na qualidade das atividades diárias, interferindo na qualidade de vida e na capacidade de realizar tarefas simples.


A abordagem dos sintomas da hérnia de disco requer uma compreensão abrangente, pois eles podem variar em intensidade e manifestação. A busca por orientação profissional é essencial para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado. O fisioterapeuta é fundamental na sua recuperação, pois é o profissional habilitado para investigar, orientar e tratar.

Nós podemos ajudar com a nossa prática, respaldados cientificamente, desde o embasamento sistêmico até a queixa no local comprometido.

Clínica Fisioterapia Positiva - Saúde integrativa



 

Aqui na clínica Fisioterapia Positiva nós somos Fisioterapeutas ortopedistas e identificamos e tratamos suas queixas. 90% dos paciente são portadores de dor crônica

E você precisa tratar essa sua queixa?



 


Clique aqui e fale com a gente, me explica um pouco da sua estória pelo whatsapp


Acesse os vídeos no nosso Instagram em @fisiopositiva.


Um grande abraço Dr. Marcus Trancoso e Drª. Aline Zudio.

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page